sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Foi mais forte…..





Eu tentei. Podem crer que tentei mesmo.

Abri a folha e comecei como começo sempre, com uma frase que depois vou desenvolvendo, mas nada saiu. Fiquei olhando para o ecrã como costumava olhar para uma folha de papel, antes destas merdas da informática, mas algo embotou e as ideias estiolaram.

Faço sempre isto, começo a desenvolver a imaginação e à medida que as frases se alinham as coisas vão fluindo e, tantas vezes, essa ideia vai revirando que quando chego ao fim o que escrevo está nas antípodas do que havia engendrado.

Mas que fazer se sou assim?

Como sabem muitos dos que me conhecem eu gosto de escrever pequenos contos, fantasias que me assomam e que, perdoem a imodéstia, me dão um gozo tremendo à medida que vou entortando a ideia para fazer com que o óbvio fique destorcido.

Ainda pensei escrever um principio e depois, amanhã ou noutro dia em que a clarividência me bafejasse poder concluir. Mas não, isso é contrário aos meus hábitos!

Depois, quando fosse recomeçar, já a memória tinha varrido o que escrevi e os nomes iam sair trocados o que, diga-se, não me ia calhar muito bem.

Tenho, julgo eu, cerca de 300 contos, que convenhamos é muito, por isso quando as minhas Tágides não me abençoam as coisas ficam de tal forma emaranhadas que o melhor é desligar e entregar o corpo a Morfeu.

È o que vou fazer.

Amanhã é outro dia.


12 comentários:

acácia rubra disse...

Então boa noite, Manuel.

Fico, pacientemente, à espera que acorde, certa de que as Tágides o irão inspirar e que o ecrã o não inibirá...

Bom fim-de-semana.

Beijo

Luz disse...

Caro amigo Manuel,
Ainda que ande ausente por motivos de força maior, apenas ontem comecei a fazer um pequeno tour pelos espaços que visito habitualmente e, claro que o seu é um dos eleitos, tenho que colocar em dia a escrita por aqui, não é uma obrigação é um gosto, um prazer. Mas ainda que ausente, faço sempre a minha paragem ainda que em silêncio e, é também em silêncio que faço a minha retirada...
Mas hoje não, hoje vim para ficar e, é sempre uma delícia ler o que escreve, a sua espontaneidade e sinceridade nas palavras que acabo de ler. E, o que acabo de ler, também eu o sinto tantas vezes, e nos últimos tempos foram tantos os dias em que olhava para o monitor como se esperasse algo, mas nada e, também eu tenho tanta coisa escrita, mas há dias em que simplesmente não apetece..., são dias que todos temos e, acredite que eu tenho tido dias que não desejo a ninguém, hoje por exemplo, foi mais um e ainda não acabou...

Continue sempre por aqui, gosto de o ler.

Beijinho com amizade

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Quando a inspiração teima em fugir, realamente é melhor nós deixarmos para o outro dia.
Dorme bem e amanhã é outro dia.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Vivian disse...

Bom dia!

Em branco...as vezes acontece...quando queremos escrever, falar, pensar...como se tudo fugisse, se esvaindo...
Mas depois sempre vem muita inspiração!
Penso que funciona com um suspiro profundo, um pequeno alento.
Gostei de como escreve, gostei do seu blog!
Se puderes visite o meu, será muito bem vindo!
vivian-floreselivros.blogspot.com
Bom final de semana!

Ludmila Ferreira disse...

Acho que reconheço bem essa idéia de se entregar a Morfeu, geralmente me parece uma saída estratégica.

Estou meio perdida sabe, num emaranhado de teias que parece não ter fim.

E para mim nem se entregar a Morfeu vai ter jeito.

beeeijOdalua!

Ana Odete disse...

E eu cá estarei para ler os seus maravilhosos contos. :)

Luz disse...

Amigo Manuel,
Eu é que agradeço as suas visitas, são sempre sábias as suas palavras e deixam-me a pensar, ora sobre o que escrevo, sobre mim, ora sobre si e os sentimentos que tem em si ao longo da sua vida, há muito mais para lá do que escreve...
Quanto ao comentário que fez à pouco, tem toda a razão, a relação espiritual e física existe e quem a negar está a negar-se a si mesmo, agora apenas há que valorizar e dar o devido lugar ao papel que cada um desempenha numa relação de amor, apaixonada em que os seres, as almas, os corpos se tocam muito mais para além da pele; o amor tem de tocar todos os poros sejam os físicos, sejam os espirituais e, a sensualidade deve estar presente ainda que nem todos a possuam, ou se tem, ou não... :)

Beijinho com amizade

SDaVeiga disse...

Boa noite e que o Morfeu lhe traga muita inspiração para o voto e o concurso! ;-)

Bom Domingo.

AFRICA EM POESIA disse...

Manuel
GOSTEI do teu querer e não querer...
Mais um dia de felicidade.

O meu aniversário continua...

Hoje abri as portas do meu cantinho e os amigos vieram
Houve festa e foi lindo...
Assim é bom fazer anos...


UM BEIJOOOOOOOOO

Vivian disse...

Olá!!Bom dia!!

Obrigada por retribuir a visita!!
Sinta-se Bem Vindo!!

Bom domingo!
Abraços!!

Menina do cantinho disse...

As vezes não sai mesmo nada.
Mas quando sai, sai em grande.

Beijinhos

Magia da Inês disse...

Olá, amigo!
Então... boa semana cheinha de inspiração!!!
Beijinhos.
Brasil.
ܓܓ ♫
°º
•*• ♫° ·.