terça-feira, 4 de novembro de 2008

Para ti com amor....


A suprema felicidade da vida é termos a convicção de sermos amados
(Vítor Hugo)


Tenho pena de nos termos encontrado já na volta da vida.
Não é por nada, é só porque nos resta menos tempo.
Podíamos ter corrido o Mundo de uma forma diferente.
Poderíamos, quem sabe, deixar algum legado que nos perpetuasse.
Teríamos caminhado com menos cansaço.
E seria mais fácil apreciar o fruto da sinfonia dos teus tachos e panelas, sem o receio do engordar que a idade nos trás.
Eu sei que tens nos teus olhos escondido o desgosto de não teres o Natal que te fizesse feliz. Eu também tenho, por razão diferente, essa falta.
Como gosto de partilhar a tua felicidade quando deixas a imaginação nos bonecos que são o “hobby” dos teus momentos.
Nas Ceias de Cristo, nos pretos sensatos, nos anjos trovadores, e num nunca acabar de figuras que me encantam.
Nesses instantes, abstraída de tudo, pareces diferente, pareces feliz.
Eu sei que me proteges como nunca ninguém, desde a infância, me protegeu.
As pequenas coisas que preciso, quando as procura já estão à minha espera.
Sei que, como eu, és teimosa. Mas as nossas teimosias são salutares.
Não levam a nada, mas servem para mostrar que não nos afectam.
Teimamos e pronto, ninguém ganha.
Temos as nossas casmurrices, mas de uma maneira diferente.
Sem restos e sem azedumes.
Gostamos de andar de mãos dadas. De conhecer. De viajar
È bom seguir ao teu lado, ver quanto te apoias em mim.
È bom ter-te ao pé e saber que tudo farás para que nada me falte.
Caminharmos sem receios do amanhã, firmes e confiantes porque estamos ao lado um do outro.
Sem medos.
Eu sei, Ilda, que um dia me fecharás os olhos com ternura e carinho.
Eu sei que esse dia chegará, mas não me importo porque te terei junta a mim.
Obrigado por seres quem és. Como és.
Obrigado por seres a minha mulher.





2 comentários:

Ana disse...

Pronto, se queria que eu chorasse de emoção, conseguiu! Esta é uma da mais lindas cartas de amor que já li! E a Ilda merece! Mas o Manuel tb merece a mulher que tem a seu lado! Bjinhos ao dois!

Filipinha disse...

Que dizer... É o amor no seu expoente máximo...
Parabéns pelo seu casamento e quão feliz são aqueles que conseguem amar e exprimir-se assim e os que recebem um amor assim.
Parabéns também à Sua Mulher que conquistou o amor que lhe devota.
Um beijo de felicidade e alegria.