segunda-feira, 9 de março de 2009

Começar de novo.....




Há dias em que a loucura nos acontece e em que o nosso desejo suplanta a racionalidade.
Pensamos em coisas que o tempo diluiu, em acontecimentos que estão tão fragilizados pelos anos passados, que se nos afiguram de uma forma tão ténua que temos mesmo medo que se quebrem na debilidade do nosso imaginário.
Sabemos que aconteceu, temos presente o episódio, mas os factos são desvirtuados pela memória.
As recordações de estórias que nunca serão histórias bailam na nossa mente de uma forma confusa e, até se entrelaçam e se confundem com outras também distantes.
Há momentos em que a confusão se instala e a racionalidade desaparece.
Ficamos como flutuando num emaranhado de emoções que o passado nos deixou.
Queremos ser racionais e pragmáticos mas a confusão que nos assola o espírito, é mais forte e a desordem que baila dentro de nós não nos deixa ser práticos.
Ficamos confusos num labirinto de perturbação e de frustrações.
Queremos desmaterializar a nossa existência e voltar a um ponto zero.
A um ponto em que, ainda, nada aconteceu.
A um etapa que nos permita limpar e repor o errado.
Passar a esponja e apagar.
Fazer como se todo o passado tivesse sido apenas o marasmo de sono mau.
De um pesadelo.
Queremos fazer a selecção.
Talvez começar de novo.


5 comentários:

AnaT disse...

Que tem?...

Manuel disse...

Saudades.....

AnaT disse...

Ahhh...Mas não fique assim... (pode sp vir ter comigo...) :o)

Manuel disse...

Amanhã as saudades seriam a dobrar...

Manuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.