quarta-feira, 18 de março de 2009

Não acredito......



Muitas vezes me confronto com a incerteza de não saber ao que vim e porque vim.
Dizem, e eu tenho que acreditar nos que sabem mais do eu, que todos viemos com um fim, com um objectivo, com uma tarefa.
Fomos programados para cumprir algo que não sabemos e que é.
Isso é um erro! Levar a consecução de qualquer tarefa na ignorância é como caminhar no escuro.
Não conduz a um bom fim. Logo se erramos a culpa é de quem nos destinou a fazer o que não sabemos e, se não sabemos não o podemos fazer de forma certa e tranquila.
Eu sei que estou a ser um pouco Advogado do Diabo e a contrariar as preconcebidas teorias da existência.
Seria mais fácil aceitar o que me tem impingido e deixar-me de conjecturas mais ou menos rebuscadas, mas não o consigo fazer. Não sou capaz sem compreender a essência e a razão da minha tarefa.
Quem me conhece sabe que não sou complicado, que sou prático e racional, mas vivo na ânsia de saber ao que vim e porque vim.
Será que no fim o vou saber?
Duvido e vou esperar.
Mas...acreditar, não acredito!

2 comentários:

Filipinha disse...

Eu acredito.

Manuel disse...

Felizes os que acreditam. Ainda bem que os há.