quinta-feira, 19 de março de 2009

Bom dia.......



Todos os dias passava à minha rua deixando no ar a fragrância de flores acabadas de colher.
Não se pode dizer que fosse bonita, mas tinha um encanto muito especial.
Rosto um pouco anguloso, pouco feminino. Lábios carnudos e palpitantes e uns olhos negros, penetrantes que prediziam um mundo de promessas e paixão.
Os cabelos de um negro corvino balançavam ao ritmo de um andar bamboleante. Caminhava com um saracotear que obrigava os nossos olhos a um balançar constante.
Transportava no regaço dois hemisférios, marmóreos e palpitantes.
Corpo esguio, curvilíneo e com uma “felinidade” que nos deixava presos num mar de pensamentos, de emoções e de desejos.
Era o nosso madrigal para um dia motivado.
Era como o café da manhã. Quente e reconfortante.
Sabia que fazia os corações palpitar ao ritmo do seu andar.
Sorria, num sorriso de dentes alvos. Gozava com o desconforto e a basbaques dos mirones de boca-aberta.
Sentia-se feliz, distribuindo encanto.
Passava confortável com o desconforto dos que se alimentavam do aroma que os inebriavam.
Era o motivo para um dia mais feliz.

3 comentários:

Filipinha disse...

Bonito Texto!

É assim que os homens sentem uma mulher bonita?

AnaT disse...

Lindo! E a música também!

[com que então a Angelina Jolie é sua vizinha e não dizia nada...;o)]

Manuel disse...

A Angelina deve ser vizinha do protagonista, porque eu sou apenas o escriba.
Quanto à forma como os homens sentem a mulher, daria um manancial de ideias dispares. Cada homem cada pensamento.