terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Quem sabe um dia.



Meu Deus que beleza!

Curvas lindas e simétricas onde apetece deixar correr os dedos em suaves carícias, apenas, de puro prazer.

Tentei aproximar a minha mão, devagar, mas uns olhos de recriminação refrearam-me os intentos.

Fiquei só a observar com um olhar que tentei não ser guloso, com uma admiração que não queria que se notasse invejosa.

Que pena já ter um dono que nos observa gozando os olhares de admiração cobiçosa.

Afastei-me devagar olhando de soslaio, mais uma vez, aquela obra a que só muito poucos podiam aspirar verdadeiramente.

Um dia se acertar na chave do Euromilhões, quem sabe se não compro também um carro igual.

Até lá, vou admirando o dos outros.

É assim a vida!

Que fazer?


1 comentário:

Sonhadora disse...

Manuel
Agora fizeste-me sorrir...Deus queira
que te saia o euromilhões.

beijinho
Sonhadora