segunda-feira, 1 de março de 2010

Há dias assim



Nem sempre me apetece.

Tenho dias em que as coisas fluem em catadupas e, há outras em que o cérebro embota e por mais que se tente nada sai.

Muitos dirão que não estamos inspirados, embora eu não acredite nessa coisa de inspiração, direi antes que as palavras se enrolam e amorfam , as ideais se atropelam e giram numa espiral de confusão, sem nexo.

A estória estava estruturada, os personagens alinhados, a semântica preparada mas, o pensamento disperso.

Comecei, como sempre começo, de forma ligeira, deixando que as frases nasçam no encadeado lógico daquilo que quero para pintar a folha branca do Word.

Mas as coisas não saem, há um atropelo de ideias, um desencadear de sentimentos, uma confluência de reflexões e um emaranhado de emoções que não deixam que a estória brote.

Foi o que me aconteceu hoje, o cansaço venceu.

Desisti, vou dormir.

Espero que amanhã seja diferente.

4 comentários:

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

hehehe, ah Manuel, então, essa inspiração, essa musa, não sei se existe mesmo. Mas sei que tem noites, assim como essa que vc nos conta. Em que os sentimentos se embaralham, as memórias se mesclam...dá um cansaço, uma impotência.... Sim, dormir é melhor.
Deixa pra amanhã. Mas lembre-se, essa reflexão foi boa demais.

Elaine Barnes disse...

Muito bom, descreveu como todos nós nos sentimos de vez enquando. O melhor é não se cobrar nada e ir dormir. Amei! Montão de bjs e abraços de inspiração

SDaVeiga disse...

Há dessas alturas em que não há vontade...

E por muito que até se gostasse de fazer o jeito, a vontade não chega...

É esperar por alturas melhores ou comer ostras... ;D

Luz disse...

Caro amigo Manuel,
Há de facto dias assim..., em que por mais que nos esforcemos as palavras não fluem na mesma velocidade que o pensamento e, ficamos assim, presos, como se algo nos atrofiasse.
E quando assim é, o melhor é parar um pouco, respirar bem fundo, ir dar uma volta, esticar as pernas como se costuma dizer e, depois regressar e, logo tudo irá fluir como se nada tivesse acontecido antes...

E está à vista meu amigo :)

Bjnh com amizade de Luz