domingo, 7 de março de 2010

Triste



Triste?

Sim, embora a tristeza não seja um estado da alma.

A tristeza é diferente, a tristeza é algo que se apodera das pessoas e as vai minando por dentro, como o bicho da madeira que não se vê mas que corrói de forma sistemática, inexorável e impiedosa.

Toma conta de nós, apodera-se do nosso pensamento, do nosso ser, da nossa vontade. É como que uma espiral de sentimentos, difusos e confusos, que se enrolam no emaranhado das emoções que já não sabemos gerir.

Por vezes reagimos e escondemos a tristeza. Aprendemos a viver com ela, camuflamos esse sentimento.

Mas há tristezas que fazem parte de nós, que nos acompanham e que, tal como nós, acabam quando a vida acabar.

A minha não terá sorte diferente.



10 comentários:

Luz disse...

Pois é amigo Manuel,
A tristeza apodera-se de nós, ganha espaço cá dentro, inunda-nos a alma e, por mais que a possamos "esconder", ela está cá, vive e convive connosco em cada dia da nossa vida desde que em nós entrou e, aqui ficou.

Mas com mais ou menos tristeza há sempre um sorriso para dar, para retribuir e, fazer o outro sentir que temos muito mais que tristeza, mas vida que vive com, ou sem tristeza. Ainda que esta nos acompanhe para todo o sempre até ao último dia...

Bjnh com amizade de Luz e um sorriso que brilha nos meus olhos negros :)

Sonhadora disse...

Manuel
Como eu entendo o que escreveste...a tristeza é isso.

beijinhos
Sonhadora

Menina do cantinho disse...

Olá!
Numa passagem muito rápida apenas lhe venho agradecer as palavras que deixou no meu cantinho.

Passarei por aqui, mais tarde, com mais calma.
Mas deixo uma pergunta: será bom escondermos a tristeza?

Beijinhos*

Kimbanda disse...

Olá meu amigo Manuel.
Quero dizer-lhe que neste momento mais que noutra ocasião as suas palavras sábias me tocaram fundo e sentidas.
No entanto, fica-me sempre nestas alturas uma felizmente, uma pequena fresta que espreita luz dentro de mim e sempre encontra um resquício por onde pega e me volta a dar força anímica para me levantar de novo.
Espero que consigo exista algo assim, que faça essa energia vir ao de cima e ultrapassar tamanha tristeza que aqui senti.
Um kandando forte e a apertar, para expulsar daí tal sentimento!
P.S. Vou estar por fora um tempito, mas voltarei logo regresse para encontrá-lo com tudo em cima!

Elaine Barnes disse...

A tristeza faz parte da felicidade. Não é porque temos alguma que carregamos, que não somos felizes!Assim com o bem e o mal existem dentro de cada um de nós e continuamos nossa caminhada com caráter, índole,amorosidade,carinho,esperança...Mesmo com uma tristeza junto não é?Amei o texto e gosto disso. Se estou triste estou. Se alegre estou. Não há há porque "fazer tipo" e mentir pra gente mesmo não é?!Parabéns! montão de bjs e abraços sinceros

Manuel disse...

Obrigado Luz, amiga sempre presente e com uma palavra de conforto.

Manuel disse...

Sonhadora que me encanta com a sua poesia e me entristece com a sua solidão.

Manuel disse...

Menina do Cantinho tão jovem e tão madura no pensar.
Seja bem vinda.

Manuel disse...

Caro Kimbanda, presença que não sei dispensar pela palavra certa, sábia e amiga.

Manuel disse...

Elaine Barnes, sensata, carinhos e de grande ternura. Obrigado pelas sua palavras amigas.